É normal correr de boca aberta?

Atualizado: Nov 5

Você já tentou correr sem respirar pela boca? É praticamente impossível, né?


Isso acontece porque durante o exercício físico, a demanda do nosso organismo por oxigênio é muito maior, sendo muito mais difícil respirar somente pelo nariz.


Em repouso, o ideal é que a respiração seja praticamente exclusiva por via nasal, pois dessa forma o ar inspirado chega de forma muito mais confortável para os nossos pulmões, graças à capacidade de filtragem, umidificação e aquecimento das nossas cavidades nasais.


Por outro lado, durante a inspiração, a resistência da passagem do ar pelo nariz é muito maior do que pela boca, de forma que em momentos de alta demanda por oxigênio, como o exercício físico, naturalmente respiremos mais pela boca do que pelo nariz. Mesmo atletas de alto rendimento, no ápice da demanda física, respiram mais pela boca do que pelo nariz.


Faça um teste rápido. Compare o tempo que demora para encher seus pulmões puxando o ar apenas pela boca e apenas pelo nariz. Repare que, pela boca, em frações de segundo e com pouco esforço conseguimos atingir a capacidade máxima inspiratória dos pulmões, enquanto que, pelo nariz, demanda um tempo bem maior.


Mas mesmo “perdendo a exclusividade”, a respiração nasal continua tendo importância fundamental durante o exercício físico. Basta tentar correr com o nariz tampado para ver como o cansaço e a sensação de falta de ar chegam muito mais rápido.


Além disso, pessoas com doenças obstrutivas nasais crônicas como desvio de septo, rinites e rinossinusites, podem apresentar uma série de outras alterações que impactam no rendimento físico, como alterações no sono, emocionais e até desequilíbrio músculo-esquelético, prejudicando não só a via aérea mas também a postura do atleta.


Por isso, procurar ajuda de um otorrino para tratar seu nariz pode ter impacto direto no melhor rendimento físico!

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo